"Gangnam Style" destronado como vídeo mais visto do YouTube

O sucesso do artista sul-coreano Psy foi ultrapassado pelo videoclipe da música "See You Again", de Wiz Khalifa. Saiba que videoclipes fazem parte do top 10 de vídeos mais vistos no YouTube

O videoclipe da música “Gangnam Style”, do artista sul-coreano Psy, foi, nos últimos cinco anos, o vídeo mais visto do YouTube. Contudo, esse reinado chegou ao fim e há um novo vídeo que o destronou.

Com quase três mil milhões de visualizações, o videoclipe de “See You Again”, de Wiz Khalifa e Charlie Puth, é agora o vídeo mais visto.

O tema foi utilizado como banda sonora do filme “Velocidade Furiosa 7”, em homenagem ao ator Paul Walker, que morreu num acidente de carro antes do filme estar concluído. Em 2015, foi a música mais vendida no mundo e esteve nomeada na categoria de “Melhor Música”, nos Grammys e nos Óscares.

No videoclipe de “See You Again”, é apresentada a última cena do filme, em que as duas personagens principais, Dominic Tintoretto (interpretado por Vin Diesel) e Brian O’Conner (interpretada por Cody Walker, em substituição do irmão, Paul), conduzem lado a lado e trocam sorrisos, antes de seguirem por estradas separadas, em direção ao pôr-do-sol. O vídeo termina com a frase “Para o Paul” escrita no céu.

Em seis meses, o vídeo atingiu mil milhões de visualizações e, em setembro de 2016, já tinha sido visto no Youtube 2 mil milhões de vezes. No entanto, o videoclipe de “See you Again” arrisca-se a perder o título.

O sucesso “Despacito”, de Luís Fonsi, conquistou, nos últimos seis meses, quase 2,5 mil milhões de visualizações e o número continua a aumentar, sem mostrar sinais de desaceleração. Contudo, para chegar ao topo, a música porto-riquenha ainda precisa de bater o videoclipe de “Sorry”, de Justin Bieber, que está em terceiro lugar no ranking dos vídeos mais vistos, e a música “Uptown Funk”, de Bruno Mars, que está em quarto lugar.

De acordo com a BBC, 47 dos 50 vídeos mais vistos no YouTube são videoclipes de músicas, o que prova a importância do site para a indústria musical.

Segue-nos